quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Resenha Hot Couture de Givenchy


































  O nome é emblemático. O perfume quer vestir a mulher.Junge a ideia do calor, do ar picante e provocativamente sensual com a  "Haute Couture", que denota traçado refinado, gracioso, naturalmente elegante,tão valorizado pela maison Givenchy.
        O resultado é um perfume assaz diferençado , digno de inestimável valor criado numa época em que muitos perfumes carecem de criatividade e força. Assim, ele se afugenta de todas as obviedades e se faz uma fragrância bastante distinta.
        Pelas mãos de Jacques Cavallier e  Alberto Morillas, a maison Givenchy almejou criar a homenagem a uma feminilidade atraente, sedutoramente trajada. É a sublimação do feminino da mulher que Givenchy ornou com belas roupagens.
É definitivamente um perfume ousado, nada linear. Abre com uma framboesa levemente doce, nada gourmand, delicada e ao mesmo tempo voluptuosa, envolta pela singular nota de magnólia que dá uma sensação redonda e macia. Há a presença de uma pimenta que dará um tom agradavelmente ardido que perdurará por todo perfume, numa harmoniosa combinação.
      A fragrância continua ganhando contornos cada vez mais sedutores, provocativos, denunciando uma alma feminina madura e segura, no adensamento de uma névoa esfumaçada, revelando uma imagem de fumoir aveludado. Tal sensação gentil de fumaça resulta da combinação do âmbar quente, do vetiver terroso e o sândalo aqui seco e incensado, sempre suavemente apimentados.
     Em minha pele o resultado é muito agradável, e realmente remete a uma sublimada e noturna mulher, charmosamente vestida por sábios alfinetes e sedosos tecidos, num  fumoir, adquirindo uma ideia de sensualidade e grandeza bastante diletante. Porém, em mim o cheiro ficou intimista, moderado, mas em outras peles ele amadurece lindamente, perdurando por horas.
     

         
 Hot Couture com sua construção singular e seu polêmico esfumaçado conseguiu por fim, com méritos, se destacar no mundo atual da perfumaria.

   Acima, meu vídeo de resenha do perfume no youtube. Assim também como o video oficial do perfume, com a bela modelo Eva Herzigova.
Fixação: Em minha pele,média. Mas há relatos constantes de longa fixação.
Projeção: Em minha pele, intimista. Mas também há relatos constantes de projeção poderosa.
       

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Ale querida, vc sempre me motivando e dando força! vc é dez! fico feliz de ter vc por amiga. seu coração é do tamanho do mundo.

      Excluir
  2. Bem-vinda ao mundo dos blogues perfumísticos, Cris! :)

    ResponderExcluir
  3. Linda resenha! É bom ter vc de companhia nessa jornada em busca dos perfumes perfeitos!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns amiga, resenha linda, dá gosto ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. so agora vendo sua carinha linda aqui! que maravilha! obrighada por sua visita meu bem!

      Excluir
  5. Parabéns pela bela resenha! Amei o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amore! que bom q gostou! fico lisonjeada! beijao

      Excluir
  6. Exatamente, Cris: o tom ardido esse perfume, em meio à opulência das flores, com final empoado, esfumaçado, veludo... é uma obra de arte! Claro: a dupla de criação não deixa a desejar (Cavallier e Morillas - maravilhosos).

    ResponderExcluir
  7. Eu usei muito este perfume.Tinha muitos outros, mas sempre escolhia este. Tabaco com flores muito confortável. Queria ter a riqueza que vc tem ao descrever um perfume.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...